Notícias

01/08/2019

Piracicaba é destaque nacional agro

Piracicaba é destaque nacional agro

Para presidente da entidade, startups estão mudando um dos setores mais importantes da economia

Fonte: Jornal de Piracicaba 01/08/2019

Fundado em julho de 1991, o Simespi (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas e Fundições de Piracicaba, Saltinho e Rio das Pedras) já nasceu com propostas inovadoras e hoje é reconhecido como o representante patronal das empresas do setor metal-mecânico da cidade, com mais de 200 empresas associadas. Apesar de ter nascido com uma vocação industrial, o Simespi também foi uma das entidades realizadores do Simtec (Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia e Energia Canavieira), evento focado no setor sucroenergético. E hoje enxerga com bons olhos o crescimento em Piracicaba do agronegócio e a chegada de hubs e startups. Para o presidente da entidade, Roberto Chamma, essa nova vertente econômica coloca a cidade em destaque no cenário nacional. “Hoje temos 120 das300 startups brasileiras dedicadas ao agronegócio ou agrotecnologias, de acordo com a Associação Brasileira de Startups(ABStartups). Juntas, essas empresas estão ajudando a mudar um dos setores mais importantes da economia do país, e também exportando suas soluções”, destaca. Chamma credita esse crescimento ao fato de a cidade estar apoiada por universidades como a Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo), além de outras entidades de ensino renomadas e grandes empresas. “É um ecossistema de inovação que concentra 40% das startups agro do País. A quantidade dessas startups piracicabanas atrai a atenção de empresas tradicionais, como a Raízen e a Coplacana, o que fortalece ainda mais o setor na região”, avalia. Para ele, a mão de obra do setor, cada vez mais especializada, poderá ser ampliada com parcerias entre instituições de ensino e empresas. “Essa união traz a inovação e a capacitação necessárias para estarmos sempre atualizados com as mais novas tecnologias do mercado”, conclui.


Parcerias impulsionam agronegócio

Fundado há 50 anos em Piracicaba, o CTC (Centro de Tecnologia Canavieira) é parte importante do desenvolvimento da inovação tecnológica que foi vital para a competitividade e consequente longevidade da indústria sucroalcooleira na cidade. Acompanhando de perto o agronegócio local, o diretor de Assuntos Corporativos do CTC, Viler Janeiro, credita a alguns fatores essenciais o sucesso de novos elementos para economia local. “Piracicaba sempre foi um polo importante para a pesquisa do setor sucroenergético. O pioneirismo da Esalq na formação de profissionais qualificados expandiu-se substancialmente ao longo de mais de um século, tornando-se uma das mais importantes instituições de ensino e pesquisa cientifica e tecnológica do Brasil. Também o Parque Tecnológico de Piracicaba, tem incentivado e atraído empresas ligadas à pesquisa científica, engenharia não-rotineira, informação tecnológica e extensão tecnológica em ambiente rodutivo”, avalia. Com as novas tecnologias, a cidade se tornou local para diversas startups das mais diversas áreas do agronegócio. Para Janeiro, com o avanço rápido da tecnologia as soluções exigem interdisciplinaridade e velocidade de respostas. “A conexão entre empresas, startups e academia ganha cada vez mais força dentro do agronegócio. Iniciativas localizadas em Piracicaba como o hub de inovação Pulse da Raízen e a Agtech Garage promovem esta atuação colaborativa e fomentam o crescimento de startups do agronegócio. A contribuição para a produtividade do setor virá principalmente da biotecnologia, incremento do uso da tecnologia digital e projetos de sustentabilidade”, acredita.